Preciso de ti como o oceano precisa de água, como a Terra necessita do Sol, como o areal carece de areia. Se pudesse, neste mesmo instante corria até aí. Corria até não poder mais, esquecia o cansaço e corria ainda mais um pouco, só para te alcançar mais rapidamente. Acredita que, se pudesse, ganhava asas e voava. Percorria meio mundo só para te encontrar. Sabes que mais? Era capaz de percorrer o mundo inteiro só para te abraçar. Só para te envolver delicadamente entre os braços; para sentir o teu calor e o teu cheio. Quando te envolvesse num abraço profundo e sincero, tenho a certeza que, devido há tua fragilidade, a força do amor que nos iria envolver, te despedaçaria. Será que assim deu para perceberes que eu, por ti, era capaz de mergulhar nos oceanos mas profundos; que, por ti, era capaz de percorrer os desertos mais quentes... dá para perceber que, por ti, era capaz de cometer as maiores loucuras possíveis e imagináveis? Dá para perceberes que te adoro infinitamente e que, se conseguisse, morreria de amores por ti, agora mesmo? Sinto que, neste momento, posso afirmar e posso gritar ao mundo inteiro que tu és das pessoas mais importantes para mim. Sinceramente, não sei como é que isto foi acontecer e acredito que nem tu o saibas. Já não vivo sem ti, acreditas? És demasiado importante, demasiado perfeito, demasiado... és demasiado tudo de bom, para eu te dispensar da minha vida! Superas os níveis de perfeição a que eu própria me exijo. Modificaste-me; mudaste o meu ponto de vista em relação a coisas praticamente impossíveis. Ergueste-me; mesmo sem me dares a mão, sem me afagares a cabeça, sem me sussurrares ao ouvido que eu sou forte. Foste capaz de fazer algo que nunca ninguém teve coragem para fazer; disseste-me todas as verdades. Amas-me como, talvez, nunca ninguém me tenha amado e, dás-me importância como ninguém dá. Gostava tanto de te poder dar a mão, de te olhar nos olhos e vê-los a brilhar, de te abraçar a toda a hora, gostava de dizer que te amo sem rodeios e sem incertezas... Adoro-te, a sério que te adoro. Não me abandones nunca, por favor, não faças como todos os outros.

55 comentários:

  1. Que Lindo. ADOREI ** "Quando te envolvesse num abraço profundo e sincero, tenho a certeza que, devido há tua fragilidade, a força do amor que nos iria envolver, te despedaçaria." <3

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada fofinha! Eu também achei este teu texto Lindo ** Por vezes custa-me deixar o orgulho de parte quando sei que não tenho razão para dar o braço a torcer. Mas logo se vê, Preciso de um tempinho para pensar! Tudo aconteceu tão depressa!

    ResponderEliminar
  3. tenho a certeza que não te abandonará :)

    ResponderEliminar
  4. O Miguel Sousa Tavares é fantástico a escrever! :)
    Depois desta declaração de amor, tão bonita, duvido que alguém deixe uma pessoa como tu. Não merecias :')

    ResponderEliminar
  5. E tenho de agradecer, és uma querida :')

    ResponderEliminar
  6. Acho que nem tens que te preocupar. Como eu disse, és uma querida, e com palavras como as tuas toda a gente fica rendida! Adorei, este post está qualquer coisa...especial :')

    ResponderEliminar
  7. Obrigada pelas tuas palavrinhas minha querida (:
    Para a semana vamos ver se as coisas sempre se resolvem. Ou se este já é o final! * Tenho um selinho para ti no meu blog*

    ResponderEliminar
  8. wow, está mesmo lindo :)
    e se ele sente o mesmo por ti, nunca te vai abandonar, só precisas de nunca desistir ! :) *

    ResponderEliminar
  9. adoreiiii, obrigadoo por escreveres algo que também sintoo

    ResponderEliminar
  10. ohhhh princesa, adorei o texto, a sério. E adoro a música (simplesmente perfeita!)
    sempre que precisares, também estarei aqui <3

    ResponderEliminar
  11. Oh, sendo assim, de nada querida :)
    Amei tanto a primeira frase :o

    ResponderEliminar
  12. Obrigada. Também gostei muito do teu (:
    Fica atenta pois haverá continuação ;)

    ResponderEliminar
  13. Espero que sim, Sofia. Ás vezes parece que acontece tudo de uma vez mas só, mas sempre ouvi dizer que quanto maior for a prova, maior será a vitória, e espero que assim seja. Adorei o texto, parabéns. :)

    ResponderEliminar
  14. Obrigada Sofia :)) já está quase acabar! :)

    ResponderEliminar
  15. Obrigada, também gostei muito do teu :)

    ResponderEliminar
  16. Pois é :')
    Obrigado por visitares e leres os meus post's. adoro a tua maneira de te expressares. beijinhos :')

    ResponderEliminar
  17. ó, obrigada :$ apesar de achar um exagero :o
    vais ver, ele vai ficar do teu lado (:

    ResponderEliminar
  18. Olha que neste caso nem sei! Desconfio que ele ainda não esqueceu definitivamente a Ex, Isso assusta-me. E estou neste dilema, não consigo enfrentá-lo, apenas limito-me a esperar. Nada que agradecer fofinha (:

    ResponderEliminar
  19. Tens razão" Mas o meu orgulho ganha sempre!
    Eu vou esperar, porque ele supostamente tinha que ir esta semana a Bragança à queima, e ia ficar lá no apartamento, e aí falamos! Mas quase de certeza que a fase da ex ainda não passou :( E o pior é que no tempo que estive com ele, acreditei que ia dar tudo certo :/*

    ResponderEliminar
  20. isso de dizeres que escrevo bem :o
    se não acreditares vais sofrer por antecipação :o

    ResponderEliminar
  21. Farei por isso! Obrigada por me ouvires querida (':

    ResponderEliminar
  22. obrigada pelo comentário. está lindo o teu post :)

    ResponderEliminar
  23. eish, então agradece-se por isso? xD
    não sei bem, as tuas palavras, talvez

    ResponderEliminar
  24. Oh minha Linda. Muito obrigada, Digo-te o mesmo, sempre que precisares , eu estarei aqui <3

    ResponderEliminar
  25. não agradece nada.
    Realmente deve ser isso, e enquadram-se perfeitamente em mim :')

    ResponderEliminar
  26. Ora essa fofinha! Eu é que agradeço por tudo e mais um pouco **

    ResponderEliminar
  27. Eu sei disso fofinha! És tão doce *-*

    ResponderEliminar
  28. Talvez não seja ele quem vai fazer, talvez seja você..
    e isso se faz necessário, pra que o bem todo precioso chegue, e se vá outra vez, e venha o proximo, é um ciclo...
    o ciclo sem fim que nem no rei leão...
    é como as frases clássicas dos filmes de terror ou de luta...

    "how's next?"

    ResponderEliminar
  29. Não tens que agradecer, o mérito é todo teu :)

    ResponderEliminar
  30. Oh obrigada :)
    Também gostei muito deste texto, de verdade*

    ResponderEliminar

obrigada pela opinião (: