Sabes, sempre sonhei ter uma casa acolhedora junto a um lago. Uma residência isolada no meio do nada. Entre árvores e flora, onde reina a paz. Uma casa feita de pedra com paredes caiadas e divisões pequenas, capazes de suportar uma imensidão de histórias. Queria que o lago estivesse repleto de patos, nenúfares e flores das árvores. Queria que a casa tivesse um alpendre voltado para a imensa água, onde me pudesse sentar e arranjar inspiração para os meus livros. Sempre sonhei sentar-me na erva, junto à água turva e admirar o sol a pôr-se, com aquelas cores tão profundas e irreais, por entre a vegetação. Mas hoje dei-me conta de uma coisa. Este meu sonho não vale de nada, sabes porque? Porque, mesmo antes de te conhecer, o meu sonho sempre foste tu! Sempre te imaginei abraçado a mim no alpendre e não tenho qualquer dúvida de que a imaginação não seria transmitida pela paisagem, mas sim, por ti. Pelo calor do teu abraço que me faria viajar e criar novas histórias. Eras tu que eu imaginava a segredar-me em quantos tons se pintava o céu enquanto o sol se punha. Eras tu que eu imaginava aconchegado na minha cama, enroscado nos meus lençóis, a respirar suave e profundamente. Tudo isto para te dizer que eras tu, sempre foste tu que movimentavas os meus sonhos. E, agora, o meu sonho tornou-se realidade porque tu estás comigo. E agora que te tenho, não vou descansar enquanto não em disseres em quantas cores se pinta o céu enquanto o sol se põe, porque o nosso amor é assim, como o pôr-do-sol em dias de verão. Durante a noite vive em sonhos e, de madrugada, renasce sempre mais forte.

14 comentários:

  1. obrigada pelo teu comentário! é bem verdadeiro.. tal como este texto, adorei :)

    ResponderEliminar
  2. ora essa! eu é que agradeço e tenho todo o prazer eheh :D

    ResponderEliminar
  3. bem...os teus textos deixam-me sem palavras:)..eu tambem gosto de embelezar o papel com palavras, mas tu sem duvida es muito melhor e parece que andas sempre inspirada/o ao contrario de mim que nestes ultimos dias ando sem inspiraçao alguma... Parabéns!

    ResponderEliminar
  4. anónimo: ainda bem que gostas dos meus textos (: ando sempre inspirada porque tenho ao meu lado quem ma transmita (: mas se gostas de escrever, as palavras vão fluir e vais conseguir embelezar, novamente, um papel com palavras (: obrigada!!
    ps. para a próxima assina, por favor. eu gosto de saber quem espreita o meu cantinho, obrigada (:

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito da forma que escreves, estou lhe seguindo. Beijos, @danimoore2
    http://danytemumblog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. adorei :$
    Não está nada de especial Sofia :)

    ResponderEliminar
  7. Sim gostei mesmo está mesmo puro e sincero

    ResponderEliminar

obrigada pela opinião (: