Vamos escrever milhões de palavras, formar uma infinidade de frases e organiza-las em linhas. Vamos escrever uma imensidão de folhas, sem respeitar as margens, para rematar o texto sempre com mais uma palavra, antes de mudar de página. Vamos preencher todos os espaços do nosso caderno de histórias, complementá-lo com fotografias, pedaços de memórias. Esconderemos os registos num lugar onde ninguém os possa encontrar para, assim, um dia mais tarde, alguém os encontrar e ficar a conhecer a nossa história. No futuro, saberão que existiu um casal de namorados que concordava em tudo, menos no clube de futebol. Saberão que, de tão iguais que somos, são poucas as coisas que nos separam e diferenciam. Muito pelo contrário. Tudo nos une e aproxima. Saberão das tardes em que nos esquecemos do tempo, com a preocupação de encontrar mais algumas semelhanças. Saberão das gargalhadas que soltamos ao sabor do vento e dos beijos roubados com os lábios sedentos. Saberão dos abraços silenciosos, mas tão repletos de amor. Saberão das chamadas realizadas pela madrugada, em que transformaste o meu sofrimento em intermináveis ataques de espirros. Saberão que, com uma simplicidade incrível, nos completamos. Completamo-nos e sabemos viver com as nossas (poucas) diferenças. Saberão que não te escolhi por seres o mais belo, mas sim por tornares o meu mundo colorido, tingindo-o com as cores que pintam o arco-íris. Saberão que me conquistaste com pequenas palavras, simples mas sinceras. Com pequenos gestos, tão elementares e naturais como respirar. Descobrirão que, se todos os rapazes fossem como tu, todas as raparigas seriam felizes. Tão felizes quanto eu. E agora, uma coisa que tu próprio não sabes: o teu lugar, já ninguém ocupa! E sabes outra coisa? És um parvalhão, mas é exactamente assim que gosto de ti!
I wish you were here.

53 comentários:

  1. pois, é o que eu ando a dizer ultimamente a mim mesma...

    ResponderEliminar
  2. agora está um bocado difícil de o fazer :\

    ResponderEliminar
  3. a sério princesa, das coisas mais bonitas que já li em toda a minha vida!*

    ResponderEliminar
  4. Obrigada querida, mas lindo está este texto *-*

    ResponderEliminar
  5. claro, isto com o tempo passa :) obrigada

    ResponderEliminar
  6. tens tanto jeito para a escrita, Sofia! :)

    ResponderEliminar
  7. realmente acho que a publicidade está mesmo bastante boa

    ResponderEliminar
  8. obrigada tambem gostei do teu texto :)
    vou-te adicionar no face zx

    ResponderEliminar
  9. Espero bem que volte depressa. Desculpa querida, fui eu que carreguei sem querer no botão "sem piada". Queria por no gosto :x
    desculpa mais uma vez*

    ResponderEliminar
  10. são fantásticos mesmo, eu identifico-me bastante com o que ela escreve.

    ResponderEliminar
  11. Esse truque não sabia, mas aco que já não dá para tirar :s

    ResponderEliminar
  12. obrigada minha linda :3
    pelos vistos tudo se começa a compôr (':

    ResponderEliminar
  13. oh muito obrigada! adorei este texto, está lindo :o

    ResponderEliminar
  14. Obrigada! (:
    Mas desta vez é tarde demais...

    ResponderEliminar
  15. Então, gostaste do filme que eu te recomendei :o

    ResponderEliminar

obrigada pela opinião (: