(21 outubro)
pequena e doce D.,
hoje faz um dia que não me falas. mas estou feliz, muito feliz. fui almoçar com o Miguel e, como sempre, comemos pizza. tão vulgar, não concordas? fiz-lo entrar num autocarro para uma viagem razoavelmente longa. deitei-me nos braços dele, aninhada. aconchegada. depois, perdemo-nos numa viagem pelos cinco sentidos, em que o todos tinham o seu importante papel. principalmente o tacto. perdemo-nos um no outro e assim foi, durante horas. e, sabes, o meu coração de gelo derreteu e o culpado é o Miguel. ia chorando, por lamechismos, nada normal, não concordas? mas sabes, foi um dia lindo e intenso e estou com muita vontade de te contar tudo, com pormenores, quando voltares dessa tua viagem sem regresso. hoje fui, pela milésima vez, a rapariga mais feliz do mundo.
da tua sempre amiga,
Sofia

10 comentários:

obrigada pela opinião (: